terça-feira, 21 de abril de 2009

Contas Abertas: coloque nos FAVORITOS!



Um site interessante pra se visitar freqüentemente é o "CONTAS ABERTAS".O Contas Abertas é uma entidade da sociedade civil, sem fins lucrativos. É um site que acompanha todos os registros do uso do dinheiro público por todo o nosso país.É importante estar atento pro que estão fazendo dos nossos impostos!Visite hoje mesmo e sempre.

O endereço:http:www.contasabertas.uol.com.br/

Até mais

Tiradentes.Porque comemorar?



É curioso como a história do mundo está carregada das ideologias.Hoje, dia 21 de abril, aqui no nosso país se comemora o dia de Tiradentes,sendo ele feriado nacional.Mas quase ninguém se pergunta o porquê de comemorarmos essa data.O viés ideológico pode se notar por ele ter sido o líder da inconfidência mineira, um movimento que pregava a independência da província de Minas Gerais.Movimento esse que foi liderado pela elite local e pelo alto clero, tinha uma de suas bandeiras o fim da cobrança de altos impostos do ouro explorado por Portugal em Minas Gerais.Foi uma revolta liberal, e que nenhum momento tocava no assunto da escravidão dos negros ainda vigente aquela época.Agora nos perguntamos porque não há um feriado nacional para Antonio Conselheiro(Revolta de Canudos), para o Zumbi dos Palmares, para a Balaiada (Maranhão)?? Porque todos esses movimentos eram de origem popular,ou seja, oriundas do povo.Como a história quem conta são os vencedores, só temos feriado pra Tiradentes.

Até mais

domingo, 12 de abril de 2009

domingo, 5 de abril de 2009

Só para rir um pouco...



Depois de tantas coisas sérias, é bom descontrair um pouco...rsrsrs.Contribuição do site "Tolices do Orkut".
Até mais

Esses muros aqui, são “válidos”.



Engraçado como,muita das vezes, os poderosos são contraditórios em suas ações. Os EUA criaram a Guerra Fria durante o Século XX,e duelavam com a União Soviética pela liderança mundial.O fim desta fase na história do mundo, foi dado pela derrubada do Muro de Berlim, que separava a Alemanha Oriental, da Alemanha Ocidental.Os EUA comunicava e mostrava a todo o mundo, que eles haviam vencido e levado a liberdade para os pobres alemães orientais.Agora no século XXI, os americanos estão construindo um muro para separar os EUA do México.Dizem eles que é para evitar a imigração ilegal. Já o seu grande “amiguinho”,Israel, faz a mesma coisa no Oriente Médio, separando este país da Palestina.Conclusão deste pequeno texto: liberdade de ir e vir ao capital, as mercadorias,etc...negação do direito de ir e vir para as pessoas.Mais uma lição do Tio Sam.
Até breve.

Só 6% controlam geração de renda no Brasil

Vinicius Konchinski
Repórter da Agência Brasil

São Paulo - Os meios de produção de riqueza do país estão concentrados nas mãos de 6% dos brasileiros. É uma das conclusões apresentadas no livro Proprietários: Concentração e Continuidade lançado hoje (2), na sede do Conselho Regional de Economia (Corecon), em São Paulo.

A publicação é o terceiro volume da série Atlas da Nova Estratificação Social do Brasil, produzida por Marcio Pochmann, presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), e vários economistas do órgão. Do livro, consta um levantamento que revela que, de cada 20 brasileiros, apenas um é dono de alguma propriedade geradora de renda: empresa, imóvel, propriedade rural ou até mesmo conhecimento – também considerado um bem pelos pesquisadores.

Em entrevista coletiva organizada para o lançamento do livro, Pochmann afirmou que a concentração das propriedades no Brasil é antiga e remete aos tempo da colonização. Desde a concessão das primeiras propriedades agrícolas, passando pela industrialização ocorrida no século 20, até o aumento da atividade financeira, os meios de produção sempre estiveram sob controle da mesma e restrita parcela da população nacional.

"A urbanização aumentou o número de propriedades e de proprietários, mas não acompanhou o aumento da população. A concentração permanece. Nós [brasileiros] nunca vivemos uma experiência de democratização do acesso às propriedades no nosso país”, disse.

De acordo com o livro, os proprietários brasileiros têm um perfil específico comum. A grande maioria tem entre 30 e 50 anos de idade, é de cor branca, concluiu o ensino superior, e não tem sócios.

Para Pochmann, o quadro da distribuição das propriedades brasileira é grave. O Brasil tem seus meios produção de riqueza mais mal distruídos entre os países da América Latina, por exemplo. E isso não deve mudar em um curto prazo, segundo o economista.

“Estamos fazendo reforma agrária desde os anos 50 e nossa distribuição fundiária é pior do que a de 50 anos atrás; nossa carga tributária onera os mais pobres; a única coisa que vai bem é a educação”, afirmou ele, citando dados que apontam que o percentual dos jovens que frequenta a universidade passou de 5,6%, em 1995, para cerca de 12%, em 2007.

Pochmann disse porem que mesmo com o aumento dos índices da educação, ele ainda está muito aquém do encontrado na Europa, onde 40% dos jovens têm diploma universitário. Ressaltou também que a mudança da distribuição das propriedades por meio da educação é a forma mais lenta de justiça.

Fonte: Agência Brasil

Enxergar com "olhos da realidade" o governo Barack Obama



O atual presidente eleito, Barack Obama, chegou até a Casa Branca com ares de “salvador do planeta”.Como se sabe,os Estados Unidos vêem de um desastroso governo de George W. Bush, que terminou/culminou com essa crise econômica (financeira) mundial; foi esse o presente de grego dado pelo seu antecessor à Obama.Os eleitores americanos precisavam de “algo novo”, e essa novidade foi o primeiro presidente negro dos EUA.Fato muito festejado em todo o mundo,na realidade só fez colocar uma nova embalagem em um mesmo produto.Com pouquíssimas exceções, o Governo OBAMA se mostra muito parecido ou igual ao de George W.Bush.Com a nomeação de” muitas caras conhecidas” do governo anterior ,isto ficou demonstrado; Mais ainda depois de afirmações do presidente que continuará investindo na chamada “Economia de Guerra” (Afeganistão,Iraque...) se assim podemos chamar.Sobre as relações com a América Latina pouco se sabe ainda o que teremos pela frente.Ele chamou nosso presidente Lula de “o cara”, entretanto, cuidado com as palavras!!!Vamos ficar espertos para que o “nosso brother” Obama não queira nos empurrar a ALCA novamente!